sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Características das Placas de sinalização

Para se compreender o sinal de segurança rapidamente ou com um simples olhar e sem confusão possível, os sinais têm pictogramas e cores diferentes consoante o seu significado.


















Classificação da Sinalização



Sinalização de Perigo – Os sinais nesta categoria visam advertir para uma situação, objecto ou acção susceptível de originar dano ou lesão pessoal / e / ou nas instalações.


Sinalização de Proibição – Os sinais inseridos nesta categoria visam impedir que em determinado comportamento, susceptível de colocar em risco a segurança de um indivíduo, ocorra.


Sinalização de Obrigação – Os sinais incluídos nesta categoria visam prescrever um determinado comportamento.


Sinalização de Emergência – Os sinais incluídos nesta categoria visam indicar, em caso de perigo, saídas de emergência, o caminho para o posto de socorro ou local onde existam dispositivos de salvação.



Sinalização de Incêndio – Os sinais inseridos nesta categoria visam indicar, em caso de incêndio, a localização dos equipamentos de combate a incêndio à disposição do utilizador.





Sinalização Gestual – Este tipo de sinalização visa transmitir um conjunto de informação entre dois intervenientes (emissor/receptor). É frequentemente utilizado na movimentação de equipamentos e/ou produtos.



Sinalização de obstáculos e locais perigosos – Todos os obstáculos e locais perigosos que tenham potencial para causar acidente devem estar convenientemente sinalizados por dispositivos adequados.

Tipos de Sinalizaçao

  • Óptica: Cores de segurança, Sinais de Segurança, Gestual, Avisos de Segurança e de Limitação.
  • Acústica: Campainhas, Sirenes, Alarmes, Verbal, etc.
  • Olfactiva: Aditivos em gases inodoros para a sua presença ser detectada, etc.
  • Táctil: Recipientes rugosos para determinadas substâncias, etc.


Modalidades:

Na sinalização de segurança podem ser utilizados, separada ou conjuntamente: Cores e Placas

  • Luzes e Sons
  • Comunicação verbal e gestual

A sinalização de segurança: significado e normas de aplicação e utilização


A importância da sinalização de segurança nos locais de trabalho é sem dúvida uma das medidas de prevenção fundamental para evitar acidentes de trabalho, e alertar os diferentes profissionais para as regras e normas de segurança necessárias.
Entende-se por sinalização de segurança aquela sinalização que está relacionada com um objecto, uma actividade ou uma determinada situação, susceptíveis de provocar determinados perigos para o trabalhador.
Esta sinalização fornece uma indicação relativa à segurança no trabalho, através de uma placa com forma e cor característica, de um sinal luminoso, de um sinal acústico, ou através da comunicação verbal ou gestual.
O empregador deve garantir que a acessibilidade e a clareza da mensagem da sinalização de segurança e de saúde no trabalho não sejam afectadas por nenhum factor. Entre os factores mais importantes escolhemos os seguintes:

  • Má concepção;
  • Número insuficiente;
  • Localização inadequada;
  • Mau estado de conservação;
  • Deficiente funcionamento dos seus dispositivos.

Antes de se aplicar a sinalização de segurança os trabalhadores e os seus representantes para a segurança, higiene e saúde no trabalho, devem ser consultados, de forma a evitar erros e falhas. É fundamental que a entidade empregadora se certifique de que todos os trabalhadores compreendam o significado da sinalização.